Abrir Menu+

93% dizem ser mais produtivos trabalhando longe do escritório, aponta estudo

De acordo com uma pesquisa recente realizada pela FlexJobs.com com mais de 3.100 profissionais, apenas 7% dos trabalhadores dizem que o escritório é o local de sua escolha, caso eles precisem ser mais produtivos em projetos importantes relacionados ao trabalho.

notebook

Mais da metade (51%) das pessoas disseram que sua casa é o lugar preferido para trabalhar. Oito por cento disseram que escolheriam uma cafeteria, espaço de coworking, biblioteca ou outro local além do escritório e outros 8% escolheriam o escritório, mas apenas fora do horário normal. Vinte e seis por cento vão ao escritório durante o horário regular para concluir um trabalho importante, porque não é uma opção para sair.

Atualmente, funcionários podem ficar conectados por meio de conexões de internet de alta velocidade e acesso wi-fi onipresente. Também estamos em um ponto de inflexão cultural, no qual os Millennials estão preparando o caminho para que os outros trabalhem remotamente, diz Brie Reynolds, uma das responsáveis pelo estudo.

“À medida que os Millennials crescem em funções gerenciais, faz sentido que as empresas estejam se tornando mais confortáveis com o trabalho remoto. E junto com isso, mais pessoas são profissionais do conhecimento, o que significa que trabalham com ideias e informações, e não com máquinas e a economia do conhecimento naturalmente suporta empregos que podem ser feitos em casa. Outro ponto crítico é o ‘efeito bola de neve’ – quanto mais as pessoas trabalham remotamente, mais as empresas se sentem confortáveis com o conceito e, portanto, permitem que mais pessoas trabalhem neste modelo. É um ciclo que suporta o crescimento”, disse ela.

As principais razões pelas quais as pessoas são, ou seriam, mais produtivas trabalhando em casa versus o escritório incluem:

– menos interrupções de colegas (76%)
– menos distrações (75 por cento)
– reuniões menos frequentes (69 por cento)
– uma redução na política do escritório (68 por cento)
– redução do estresse do deslocamento (67%)
– um ambiente de escritório mais confortável (51%)

Na verdade, as opções de trabalho flexíveis tornaram-se tão importantes para as pessoas que muito poucos se preocupam se a obtenção de um emprego flexível afetará negativamente a trajetória de suas carreiras. Apenas 3% dos entrevistados se preocupam “muito” com o fato de um acordo de trabalho flexível prejudicar sua progressão na carreira.

Tags:






Trabalhos mais buscados